Alimente-se e hidrate-se bem, mas não ingira bebidas alcoólicas antes da doação.


Você sabia que uma única doação é capaz de beneficiar até quatro pacientes? Doar sangue, além de ser um ato solidário que salva muitas vidas, é rápido, fácil e sem riscos para o benfeitor. E ao contrário do que muita gente imagina, em tempos de coronavírus, é possível, sim, fazer doação de sangue com segurança.

Em linhas gerais, podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos e que estejam pesando mais de 50 quilos. Clique aqui para acessar a página do Ministério da Saúde que traz informações detalhadas de quem pode doar, como doar e quais os impedimentos. Na dúvida se você pode ou não doar, converse antes com seu médico.

Uma doação dura no máximo 30 minutos e é praticamente indolor. Há quem relate sentir um ligeiro mal-estar, geralmente causado pela queda na pressão arterial. É por isso que não se deve doar sangue em jejum. 

No dia anterior à doação, alimente-se e hidrate-se bem, mas não ingira bebidas alcoólicas. Se você for doar sangue pela manhã, alimente-se com leite de soja ou desnatado, suco, frutas (evite abacate, açaí e jaca), café ou chá e pão com geleia. Evite ingerir leite integral e seus derivados (manteiga, queijo e iogurte, por exemplo) e alimentos gordurosos até 4 horas antes da doação.

Para quem for doar sangue no período da tarde, a recomendação é tomar o café da manhã normalmente e realizar o procedimento 2 horas após o almoço, que deve ser leve, podendo conter carnes grelhadas, saladas, arroz e feijão, por exemplo. Evite consumir frituras, ovos, massas, maionese, sorvete, chocolate e outros alimentos gordurosos.

Antes da doação, é aconselhável tomar 2 copos de água. Nas 12 horas seguintes ao procedimento, beba grande quantidade de líquidos, mas evite ingerir bebidas alcoólicas.

Homenagens - O Dia Mundial do Doador de Sangue é comemorado anualmente, desde 2014, em 14 de junho. Criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a data tem como objetivo homenagear a todos os doadores de sangue e conscientizar os não-doadores sobre a importância do ato, que é responsável por salvar milhares de vida.

O dia escolhido é uma homenagem ao nascimento de Karl Landsteiner (14 de junho de 1868 - 26 de junho de 1943), um imunologista austríaco que descobriu o fator Rh e várias diferenças entre os diversos tipos sanguíneos.

No Brasil, existe também o Dia Nacional do Doador de Sangue, que se comemora em 25 de novembro. A data foi criada em 1964, por meio de um decreto presidencial, para marcar a fundação do primeiro centro de doadores voluntários de sangue no país. 


Rua da Cantareira, 306 - Centro - São Paulo/SP


Horário de Funcionamento

Atacado:
Segunda a sábado, das 22 às 6 horas.

Varejo:
Segunda a sábado, das 6 às 18 horas.
Domingos e feriados, das 6 às 16 horas.
Receba nossas novidades